13 fevereiro 2016

Começou a baixaria

Leonel Amaral


Ainda nem bem iniciou o ano eleitoral e os oportunistas de plantão já fazem uso das redes sociais para confundir a boa fé da população com pretensiosas e até
fraudulentas pseudo enquetes, no objetivo matreiro de confundir a cabeça do eleitor.
Vejam só: circula nas redes sociais uma enquete supostamente feita em Porto Velho, que segundo seu idealizador foi realizada pela ARON, respaldada pelo TRE, onde um pretenso candidato do DEM aparece com nada menos que 33,1% das intenções de voto entre os entrevistados.
O mais curioso é que este pretensioso postulante, além de estar disparado na frente dos demais concorrentes, já que a segunda colocada é Mariana Carvalho com 13,5% e o terceiro Ezequiel Silva com 11,6%, segundo a desastrada sondagem (22) outros nomes, alguns desconhecidos do meio político aparecem com menos de 2% das indicações. Léo Morais, Mauro Nazif, Aluizio Vidal, Roberto Sobrinho e Pimentel tiveram seus nomes lembrados em baixos percentuais. (16) das 179 amostras citadas na tabela publicada não apareceram no computo geral  de tabela. Daí ficar mais inconfiável o resultado final publicado.
O que o nobre arquiteto da engendrada enquete não sabe é que está terminantemente proibido a publicação de dados de qualquer enquete eleitoral a partir de 1º de janeiro, com sanções previstas aos desobedientes.
As últimas resoluções do TRE nº 23413 e 23462 disciplinam as divulgações de dados excluindo de fato as tais enquetes.
Assim o candidato do DEM, como todo respeito ao seu partido, poderá estar correndo um sério risco de além de ser multado, não poder concorrer ao próximo pleito, já que a justiça eleitoral está levando muito a sério estas recomendações.

Se interessar ver na íntegra esta enquete, acesse. AQUI

Os 10 mais acessados