20 janeiro 2017

Donald Trump seria um novo Hitler?



Depois de uma campanha cheia de promessas, o homem mais poderoso dos EUA toma posse e,
por fim começa seu reinado mesmo com tantas críticas e protestos. Muitos dos que hoje moram na América do Norte torcem pelo governo de Trump, enquanto um grupo menor teme até mesmo quando estão dormindo com a entrada do novo governo.

Todos que conhecem bem os pensamentos norte-americano, sabem com certeza quais são os pensamentos de um verdadeiro e legítimo filho dos EUA. E como seriam esses atis pensamentos? - Muito notável que os EUA é o único País que até hoje aparece nas TV's e em meios de comunicações digitais com o assunto de combate aos imigrantes ilegais, é claro que possa haver isso em todo o mundo, porém nenhum outro fala tanto sobre este assunto. 

Um outro ponto um pouco crítico é a questão do racismo, o que muitos hoje temem, pois são os que não são americanos legítimos, pois sentem um grande temor ao imaginarem sendo expulsos para o lugar de onde verdadeiramente são cidadãos. Pois os EUA nunca deixou de alugar a ideia fraca dos governantes de outros Países para combater suas batalhas até que tenha tomado posse da terra que o governo americano deseja. Então, assim podemos entender que o EUA nunca aceita a existência de outra raça de pessoas, e sempre faz de tudo pra oprimir a todos a fim de que seja visto como o maioral mundialmente. Então, o racismo americano não é somente na cor da pele, e sim, é racista generalizadamente. Pois se os americanos já não tivessem mais esse pensamento não teriam elegido Trump, se, expulsar os não americanos era uma de suas promessas de campanha, e seus eleitores torcem para suas promessas de campanha sejam cumpridas.

Agora os EUA terá um governo à altura do que realmente são e sempre foram os americanos, guerrear cotra tudo e contra todos e sempre acabar ficando por cima, Quando os americanos perderam a guerra do Vietnã, aprendeu a alugar a cabeça dos "governos piolho - porque só vão pela cabeça dos outros", e assim então começou a ser temido pelo mundo a fora. Não sendo temido pela força que tem e sim pela força dos demais países governados por "otários" que se deixam ser mandados pelos EUA, o que seria bem fácil de resolver, se todos virassem as costas para os EUA e desvalorizassem o dólar, com certeza o governo americano se encolheria com o rabo entre as pernas e saberia se humilhar ao invés de ameaçar aos demais.

Agora, na segunda década do terceiro milênio-DC teremos um novo reinado de racismo generalizado, onde um novo Hitler se levanta para combater com mais dureza que o anterior, e com um poder tão intenso que todos por todo o mundo já o temem. De modo que Hitler ao lado de Trump já chega parecer um Zé-ninguém.